Você sabia que o movimento do rabo do gato demonstra como ele se sente?

Tutores de gatos sabem que estes bichinhos têm um jeito peculiar de demonstrar seus sentimentos e emoções. Apesar de, em sua maioria, não serem tão carinhosos quanto cachorros, cada felino tem sua forma de agradar os humanos que os cercam. Ainda assim, existem certos comportamentos que podem ser considerados padrões entre os bichanos: o movimento dos rabos.

O rabo dos felinos é, na verdade, uma extensão de sua coluna vertebral. Ele é formado justamente pelas chamadas vértebras caudais e um problema nesta parte do corpo pode acarretar diversas implicações por todo o organismo, como no mau funcionamento do intestino e até mesmo dificuldade de locomoção. Por isso, é recomendado que os tutores não mexam no rabo de seus bichinhos, pois é uma região sensível e não é difícil causar uma luxação ou fratura, além de ser uma ação desconfortável para o pet.

Como comportamento mais comum, é possível dizer que quando o gato está com o rabo levantado e a ponta enrolada em formato de gancho, ele está feliz. Mas existem outras posições e movimentações importantes que podem funcionar como uma espécie de leitura ou termômetro do temperamento dele:

  • Quando o rabinho do pet está ereto e os pelos ouriçados é um sinal de que ele está assustado, pronto para tentar se defender, caso perceba alguma ameaça iminente.
  • Se o rabo estiver relaxado, para baixo, significa que o felino está tranquilo, descansando.
  • Se a posição for arqueada, em curva, pode demonstrar apreensão ou nervosismo por parte do gato.

Além das posições, as movimentações também dão indícios das emoções do gatinho. Quando o rabo está relaxado, mas fazendo movimentos longos, é possível determinar que ele está curioso, porém tranquilo. Mas se a movimentação for curta e rápida, saiba que ele está ansioso e excitado - este é o tipo de ação que acontece quando eles são presenteados com um novo brinquedo, por exemplo.

Para além das emoções, também é preciso estar atento ao rabo felino por outro motivo. Se ele estiver para baixo, inerte, pode ser um sinal de que algo não está bem com o bichano. Neste caso, é recomendado procurar um veterinário imediatamente, para que um especialista possa examiná-lo e descobrir o que há de errado.

No My Pet, contamos com médicos veterinários com as mais diversas especializações. Nossos profissionais estão prontos para atender e ajudar o seu bichinho todos os dias do ano, a qualquer momento.

Mais Notícias

Fique atento à saúde do seu pet durante o inverno

Leia mais

Informações por telefone e primeiros-socorros podem ajudar a salvar o seu pet

Leia mais

My Pet e DrogaVet: uma parceria pelo bem-estar animal

Leia mais