Você cuida dos dentes do seu pet?

Algumas pessoas não sabem, mas a medicina veterinária é dividida em especialidades. Assim como com os humanos, existem profissionais específicos para cuidar de cada problema de saúde que aflige o seu pet. Temos cardiologistas, dermatologistas, endocrinologistas, oftalmologistas e, até mesmo, dentre tantas possibilidades, odontologista. Você sabia?

Quando falamos dos dentes dos pets, talvez a primeira associação seja com a produção de tártaros, responsáveis, em grande parte, pelo mau hálito que muitos deles desenvolvem. E o motivo principal para sua aparição é causada pela falta de escovação. A grande importância de estar atento à saúde bucal do bichinho, neste caso, não é apenas pelo cheiro, mas pelas dificuldades e complicações que podem ser causadas a longo prazo.

Raul Sillas, médica veterinária especialiasta em Odontologia Veterinária, esclarece que o cálculo dental pode ser responsável por gerar doenças periodontais mais graves e gengivite. “Em situações extremas, a bactéria presente no dente do pet pode migrar para outras partes do corpo, causando infecções ainda mais perigosas no coração, rins, fígado e pulmão. Neste caso, a consulta periódica a um odontologista veterinário pode salvar a vida do seu bichinho” destaca.

O acúmulo de placas bacterianas, (conhecido como tártaro ou cálculo dental), quando existente, é necessária a remoção por um veterinário. Ao contrário do que vemos em consultórios odontológicos de humanos, para realizar a limpeza nos dentes dos bichinhos é necessária a realização de anestesia. O processo de limpeza é realizado com um aparelho chamado ultrassom odontológico.

Além do acompanhamento médico, cuidados no dia-a-dia podem evitar problemas odontológicos no pet. A escovação diária é a primeira indicação para que o cálculo dental desenvolvido naturalmente pelo seu bichinho não evolua para algo mais grave. Outro hábito a ser alertado é a ingestão de alimentos inapropriados que tendem a ficar presos na gengiva, como guloseimas. É importante oferecer apenas produtos indicados para animais ou, em caso de dietas orgânicas, seguir todas as recomendações feitas pelo veterinário.

Mas existem outras possibilidades a serem pensadas, afinal, os odontologistas veterinários não tratam apenas de cálculos. Não é comum de ver, mas alguns cachorros usam aparelho ortodôntico – sim, aqueles que vemos comumente em adolescentes. Apesar de pouco conhecido, o tratamento pode melhorar muito a qualidade de vida do seu pet.

“Muitos cães possuem alterações da anatomia na arcada dentária, que não fecha direito. Esta característica pode não ser saudável e criar problemas na rotina do bichinho. Alguns apresentam falta de apetite – afinal, mastigar se torna uma tarefa complicada – gerando desnutrição; outros se machucam e causam feridas na gengiva e inflamações. E em alguns casos podem ser tratados com a colocação do aparelho” explica Raquel, que é a médica veterinária responsável do plano My Pet.

Recorrer à profissionais especializados em cada área é um grande diferencial no tratamento médico dos bichinhos. Odontologistas veterinários, por exemplo, possuem aparelhos e experiências específicas para esta área, aumentando o nível de sucesso em todos os processos. No My Pet temos médicos veterinários capacitados e prontos para atender 24 horas por dia, todos os dias do ano. Inclusive parceiros especialistas em Odontologia Veterinária.

Mais Notícias

Fique atento à saúde do seu pet durante o inverno

Leia mais

Informações por telefone e primeiros-socorros podem ajudar a salvar o seu pet

Leia mais

My Pet e DrogaVet: uma parceria pelo bem-estar animal

Leia mais